Enviado por: Vanderli do Carmo Rodrigues em 31/01/2019 06:30:00 1590 leituras

Animais nossos irmãos Orangotango é resgatado após ser encontrado em condições deploráveis

Orangotango é resgatado após ser encontrado em condições deploráveis

Um orangotango órfão foi encontrado acorrentado do lado de fora de uma casa, seus tutores o haviam comprado de caçadores e ele estava severamente desnutrido



Bujing, o orangotango, viu sua mãe ser assassinada por caçadores quando ele ainda era um filhote. Os caçadores o venderam para um casal por 500 mil rúpias, cerca de 130 reais, na Índia.

A princípio, Bujing era tratado como um bebê humano, mas assim que cresceu, seus tutores o acorrentaram a uma coluna do lado de fora da casa. Bujing sofria maus-tratos e não era alimentado adequadamente, o que fazia com que ele fugisse para a casa do vizinho para procurar comida, de onde uma vez voltou com duas feridas profundas nas costas, causadas por um objeto pontiagudo.

“Na época, Bujing não comia há três semanas e seu tutor tratava suas feridas com tabaco, comumente usado na medicina tradicional”, disse a International Animal Rescue (IAR), grupo que ajudou a salvar Bujing, em um comunicado quando o encontraram pela primeira vez. “Embora as feridas tenham sido fechadas, ainda há inflamação visível.”

Em 2014, a vida de Bujing finalmente melhorou. Oficiais do departamento florestal local e uma equipe do IAR descobriram sobre o orangotango de 5 anos e correram para ajudá-lo.

“A equipe de resgate estava muito preocupada com a condição do orangotango”, disse a IAR em um comunicado. “Bujing estava acorrentado do lado de fora da casa. Ele parecia muito magro e perdeu quase todos os pelos devido à desnutrição, que também prejudicou seu crescimento.”

“Bujing era extremamente desnutrido e emagrecido”, disse Lis Key, gerente de comunicações e relações públicas da IAR. “É difícil imaginar que ele poderia ter sobrevivido por muito mais tempo nessa condição.”

“Embora tenhamos ficado aliviados por tê-lo removido de sua situação deplorável, é perturbador pensar nele vivendo assim por tanto tempo”, acrescentou Key.

Após uma conversa com os tutores de Bujing, a equipe de resgate conseguiu a guarda de Bujing e o transportou para o centro de reabilitação da IAR. Depois que ele chegou em segurança ao centro, a equipe da IAR providenciou os cuidados médicos de que ele tanto precisava.

“Bujing foi colocado em quarentena, procedimento padrão para todos os recém-chegados ao nosso centro de reabilitação”, disse Key. “Ele foi mantido lá por oito semanas enquanto os testes eram realizados para assegurar que ele não tinha nenhuma doença contagiosa. Durante esse tempo, ele recebeu alimentos nutritivos e suplementos vitamínicos para melhorar sua condição física. Sua dieta tinha que ser cuidadosamente regulada porque ele estava em um estado severo de desnutrição.”

Quatro anos depois, Bujing transformou-se completamente em um orangotango confiante e saudável. “Graças ao cuidado de nossa equipe de veterinários e aos cuidadores do nosso centro de reabilitação, a aparência de Bujing mudou de um jeito que quase não dá para reconhecer”, disse Key. “Seu corpo está forte, musculoso e peludo!”

A equipe da IAR planeja soltar Bujing na natureza o mais rápido possível, mas Bujing ainda precisa aprender mais algumas coisas antes de estar pronto para o próximo passo, porque viveu preso por muito tempo.

“Ele estará pronto para ser liberado uma vez que ele aprenda todos os comportamentos naturais de que precisará para sobreviver na natureza”, disse Key. “Atualmente, uma equipe está monitorando-o e coletando dados sobre seu comportamento, e seu progresso está sob constante avaliação para garantir que ele estará totalmente preparado mental e fisicamente para a vida na floresta.”

“Bujing está fazendo um excelente progresso em sua longa jornada de volta para o seu lar natural na floresta tropical, e é realmente emocionante ver o quão bem ele está indo”, disse Key.

Fonte: www.anda.jor.br